???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://bdtd.ufersa.edu.br:80/tede/handle/tede/161
???metadata.dc.type???: Tese
Title: Estudos ecofisiológicos com mudas de Erythrina velutina
Other Titles: Ecophysiological studies with seedlings of Erythrina velutina
???metadata.dc.creator???: Oliveira, Mychelle Karla Teixeira de 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Dombroski, Jeferson Luiz Dallabona
First advisor-co: Diodato, Marco Antonio
???metadata.dc.contributor.referee1???: Nobre, Mayra Fernandes
???metadata.dc.contributor.referee2???: Camacho, Ramiro Gustavo Valera
???metadata.dc.description.resumo???: Erythrina velutina é uma espécie arbórea nativa da Caatinga. Objetivou-se obter informações da ecofisiologia de mudas de Erythrina velutina. Os experimentos foram conduzidos em delineamento inteiramente casualizado, com parcelas subdivididas no tempo. Experimento 01 - níveis de luminosidade (pleno sol e 50% de sombreamento). Experimento 02 - Substratos (arisco + esterco bovino curtido (4:1) e subsolo da área do campus de Angicos + esterco bovino curtido (4:1)) e o segundo fator constituído de dois Acessos (árvores distribuídas no campus da UFERSA). Experimento 03 Substratos organo-minerais (S1 - arisco; S2 - arisco + esterco bovino curtido (20%); S3- arisco + superfosfato simples (300 g m-3); S4 - arisco + superfosfato simples + micronutrientes (300 g m-3, 50 g m-3); S5 - arisco + superfosfato simples + micronutrientes + esterco bovino curtido (300 g m-3, 50 g m-3, 20%)) e o segundo fator constituído de dois Acessos. Experimento 04 - manejo de irrigação (sem ou com restrição hídrica). Os experimentos 01 e 02 foram avaliados a cada 28 dias, e 03 e 04 a cada 14 dias, analisando: comprimento da parte aérea, número de folhas, diâmetro de coleto, área foliar, massa da matéria seca (caule, folhas, raiz, parte aérea, relação massa da parte aérea e de raiz, e total), razão de área foliar, razão de peso foliar, área foliar específica, taxa de crescimento absoluto, taxa de crescimento relativo e taxa assimilatória líquida. A condição de sombreamento possibilitou maiores taxas de crescimento, fitomassa e área foliar, sendo observada ocorrência de estresse hídrico, verificada pela redução da área foliar e da fitomassa. Mudas com maiores valores de fitomassa podem ser produzidas em substratos constituídos de esterco bovino curtido e diferentes solos. Na análise de crescimento, ambos os Acessos tiveram crescimento semelhante nos substratos orgânicos. Obtiveram-se maiores valores de taxas de crescimento quando produzidas nos Substratos 5 e 2. Foram obtidos maiores valores de taxas de crescimento e biomassa do Acesso 2. As mudas foram influenciadas pela restrição hídrica à qual foram submetidas e a condição de irrigação diária possibilitou maiores taxas de crescimento. A produção de mudas de Erythrina velutina pode ser realizada em condição de viveiros com 50% de sombreamento, manejo de irrigação diária, em substratos constituídos de arisco mais esterco e susbstratos organo-minerais
Abstract: Erythrina velutina é uma espécie arbórea nativa da Caatinga. Objetivou-se obter informações da ecofisiologia de mudas de Erythrina velutina. Os experimentos foram conduzidos em delineamento inteiramente casualizado, com parcelas subdivididas no tempo. Experimento 01 - níveis de luminosidade (pleno sol e 50% de sombreamento). Experimento 02 - Substratos (arisco + esterco bovino curtido (4:1) e subsolo da área do campus de Angicos + esterco bovino curtido (4:1)) e o segundo fator constituído de dois Acessos (árvores distribuídas no campus da UFERSA). Experimento 03 Substratos organo-minerais (S1 - arisco; S2 - arisco + esterco bovino curtido (20%); S3- arisco + superfosfato simples (300 g m-3); S4 - arisco + superfosfato simples + micronutrientes (300 g m-3, 50 g m-3); S5 - arisco + superfosfato simples + micronutrientes + esterco bovino curtido (300 g m-3, 50 g m-3, 20%)) e o segundo fator constituído de dois Acessos. Experimento 04 - manejo de irrigação (sem ou com restrição hídrica). Os experimentos 01 e 02 foram avaliados a cada 28 dias, e 03 e 04 a cada 14 dias, analisando: comprimento da parte aérea, número de folhas, diâmetro de coleto, área foliar, massa da matéria seca (caule, folhas, raiz, parte aérea, relação massa da parte aérea e de raiz, e total), razão de área foliar, razão de peso foliar, área foliar específica, taxa de crescimento absoluto, taxa de crescimento relativo e taxa assimilatória líquida. A condição de sombreamento possibilitou maiores taxas de crescimento, fitomassa e área foliar, sendo observada ocorrência de estresse hídrico, verificada pela redução da área foliar e da fitomassa. Mudas com maiores valores de fitomassa podem ser produzidas em substratos constituídos de esterco bovino curtido e diferentes solos. Na análise de crescimento, ambos os Acessos tiveram crescimento semelhante nos substratos orgânicos. Obtiveram-se maiores valores de taxas de crescimento quando produzidas nos Substratos 5 e 2. Foram obtidos maiores valores de taxas de crescimento e biomassa do Acesso 2. As mudas foram influenciadas pela restrição hídrica à qual foram submetidas e a condição de irrigação diária possibilitou maiores taxas de crescimento. A produção de mudas de Erythrina velutina pode ser realizada em condição de viveiros com 50% de sombreamento, manejo de irrigação diária, em substratos constituídos de arisco mais esterco e susbstratos organo-minerais
Keywords: Ecofisiologia
Fitomassa
Revegetação
Ecophysiology
Biomass
Revegetation
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Universidade Federal Rural do Semi-Árido
???metadata.dc.publisher.initials???: UFERSA
???metadata.dc.publisher.department???: Agricultura Tropical
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-graduação em Fitotecnia
Citation: OLIVEIRA, Mychelle Karla Teixeira de. Ecophysiological studies with seedlings of Erythrina velutina. 2014. 187 f. Tese (Doutorado em Agricultura Tropical) - Universidade Federal Rural do Semi-Árido, Mossoró, 2014.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://bdtd.ufersa.edu.br:80/tede/handle/tede/161
Issue Date: 25-Feb-2014
Appears in Collections:DOUTORADO EM FITOTECNIA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MichelleKTO_TESE.pdf1.64 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.